Poesias

  • jan142018

    Encontros

    Em um mundão superficial Onde o humano é tudo, digital Onde o humano é tudo, material Onde o humano é…

    Leia mais
    MeArt
  • jan142018

    Phoenix Lioness

    I feel hopeless Like a wounded animal Agonizing between death and life… Everything is just so dark, And I am…

    Leia mais
    MeArt
  • jan142018

    Só ressente quem tem brasa

    Só ressente quem tem brasa: Assim me ensinou o vento do ventilador Que se esvaindo por toda minha sala Por…

    Leia mais
    MeArt
  • jan142018

    Sem começo, sem meio, sem fim

    Sem começo, sem meio, sem fim Se não sorrires para mim Pelo menos não chore assim As lágrimas são minhas…

    Leia mais
    MeArt
  • jan142018

    A Imprecisão semântica do Amor

    A imprecisão semântica do amor Cargas de ilusões românticas fundem e confundem – se A imprecisão semântica do amor O…

    Leia mais
    MeArt
  • jan142018

    A Caneta e o Papel

    Por

    Eu sou para você como a caneta é para o papel, Pode-se tentar riscar as paredes ou os cantos das…

    Leia mais
    MeArt
  • jan072018

    Poeta

    Queria ser poeta de alegrias, Frescor das calmarias divinais Transcritas no papel, tristes jamais. Entanto, transbordam melancolias. Queria ser poeta…

    Leia mais
    MeArt
  • jan072018

    Poucas coisas

    Eu consigo escutar o ranger dos meus dentes, o barulho oco no meu peito, o barulho que a minha pele…

    Leia mais
    MeArt
  • jan072018

    Do Outro Lado da Porta

    Quem sou eu Quando ninguém esta vendo? Quem somos nós Sempre nos escondendo? Será que somos o que queremos Ou…

    Leia mais
    MeArt
  • jan072018

    De graça

    Sim é de graça Totalmente de graça Sem mentira Sem furada Não tem propaganda enganosa É mais do tipo Abraço.…

    Leia mais
    MeArt
Carregar Mais